domingo, 26 de junho de 2011

Poema - Em Minha Caminhada


Em minha caminhada,
Tento seguir os passos de Jesus.
Não quero apenas sacrificar,
Quero aprender  -
Aprender a obediência,
A humilhação,
A humildade,
O bem-querer.

Em minha caminhada,
Quero aprender a Graça,
Quero, de Deus, depender...
Para isso preciso de você,
Preciso ser para você.
Preciso ser com você.

Em minha caminhada
Quero olhar outros povos
E neles ver meus irmãos!
Ver raças, tribos, outras nações
Pelo olhar fraterno da comunhão:
Agregados, abrigados nos braços do Pai Celeste,
Daquele que nos fez justificados
E que nos outorga a plena salvação.

Em minha caminhada não há espaço para teorias infinitas,
não há tempo para esperas não resolvidas,
não há coisas e coisas a serem possuídas,
não há valor para quimeras,

porque o outro está a se perder
na dor da fome,
da doença,
da sede,
do não pertencer,
do ser culpado pelo seu não poder,
do ser incapaz de se resolver...

Em minha caminhada
quero abrir meus ouvidos,
meus olhos,
quero reaprender
a ver o que me cerca,
quero poder acabar com a seca
garantida pela opressão,
pela injustiça,
pela violência,
pelos desmandos do poder.

Em minha caminhada,
Quero me arrepender
E, levada por Jesus,
Misericórdia saber viver.
Em minha caminhada,
quero ser, tão somente, e para sempre,
aquela em quem Deus possa ter prazer.



Cineide Machado Coelho




Um comentário: